UB40
Os UB40 formaram-se em 1978 numa fila da Segurança Social britânica e retiraram o seu nome de um impresso do fundo de desemprego. A sua formação multi-racial reflectia o meio de onde emergiram os seus membros. A banda consolidou a sua credibilidade abordando temas políticos que atraíam uma juventude insatisfeita, rebelde e interessada no movimento ska revivalista.
Os irmãos Robin (guitarra solo) e Ali Campbell (guitarra e voz principal) formam o núcleo duro do grupo, que incluía ainda, Earl Falconer (baixo), Michael Virtue (teclas), Brian Travers (baixo), Jim Brown (bateria), Norman Hassan (percussão) e Terence "Astro" Wilson, toaster.
A banda compra os seus primeiros instrumentos com o dinheiro que Ali Campbell tinha recebido de indemnização por uma luta de bar. No fim do ano, o grupo foi convidado para entrar em digressão com os Pretenders, fazendo as suas primeiras partes. O single "Food For Thought" chega às tabelas do Reino Unido em 1980, começando uma longa fase de presenças nos tops. E os seus dois primeiros álbuns, "Signing Off" (de 1980), e "Present Arms" (de 1981), têm grandes vendas no seu país. As letras dos UB40 abordam temas de cariz político e têm grande impacto. Numa das suas canções, "One In Ten", por exemplo, arrasam a política de emprego de Margaret Tatcher. Em 1983, lançam "Labour Of Love", um álbum de versões de reggae que chega ao primeiro lugar no Reino Unido e entra para os tops americanos, do qual retiram o sucesso de Neil Diamond, "Red Wine", que se viria a tornar um dos ex-libris da banda. Até aqui, os seus álbuns têm uma excelente aceitação na Grã-Bretanha. No entanto, a recepção nos EUA foi apenas moderada, onde o seu único verdadeiro hit foi a versão de Sonny and Cher, "I Got You Babe", que contava com a participação de Chrissie Hynde, dos Pretenders.
Em 1988, o grupo toca "Red Wine" num concerto de tributo a Nelson Mandela e, graças a isso, a canção volta a passar na rádio, nomeadamente a norte-americana, entrando novamente nos tops e logo para a primeira posição. Tinham finalmente penetrado no lucrativo mercado norte-americano. Os UB40 lançam então novo disco de versões, "Labour Of Love II", que produziu vários temas de sucesso que chegaram ao top ten americano, como foi o caso de "The Way You Do The Things You Do", dos Temptations e "Here I Am", de Al Green Nesta altura, os UB40 já tinham abandonado a sua posição de esquerda e estavam mais concentrados em aperfeiçoar as suas versões de clássicos de reggae. Com "Promisses And Lies", em 1993, chegam ao número um na Grã Bretanha e ao sexto posto nos EUA. Neste ano, o grupo consegue outro grande sucesso na América com "I Can't Help Falling In Love" de Elvis Presley, que foi incluído na banda sonora do filme "Silver" (com Sharon Stone), e que passou sete semanas no primeiro lugar.
Segue-se "Guns In The Ghetto", de 1997, que inclui "Tell Me It's True", também da banda sonora do filme "Speed II". O grupo reafirma o seu empenho na música reggae com o "UB40 Present The Dancehall Album", em 1998, numa colaboração com conhecidos artistas jamaicanos. Um ano depois, é a vez de "Labour Of Love III", que foi sucedido em 2001 por "Cover Up", ano esse que marcou a passagem da banda pelo nosso país com vista à comemoração dos seus 21 anos de carreira. Para além das já habituais tonalidades reggae à UB40, neste "Cover Up" a banda investiu também na área das baladas e do pop rock.
Em 2008, através de "TwentyFourSeven", a banda conhece o sabor amargo de não ver um novo álbum seu no top 50 do Reino Unido, algo inédito para os UB40, no ano em que o vocalista Alli Campbell sai do grupo.
Depois de "Labour of Love IV", de 2010, os UB40 lançam em 2013 "Getting Over the Storm". Pelo meio, é noticiada em Inglaterra a bancarrota de vários dos músicos da banda.